O agronegócio está cada vez mais atento à importância da valorização da gestão de pessoas dentro do planejamento estratégico de suas operações. É uma necessidade para qualquer atividade agrícola que tenha a intenção de se manter competitiva, já que é por meio da atuação de cada um dos colaboradores e gestores que as etapas rumo a um objetivo são cumpridas e as metas são alcançadas.


Cada vez mais impactadas por inovações tecnológicas, as produções rurais – mesmo os negócios familiares – observam uma mudança no nível de exigências, informações e controle de atividades que pede um cuidado maior com a capacitação e a produtividade dos funcionários. A adoção de estratégias que visem a realização das etapas de produção focadas nos objetivos e resultados é crucial para a avaliação qualitativa e quantitativa sobre o trabalho realizado.


E é por meio do cuidado com as pessoas que o nível de produtividade da lavoura pode ser elevado ao máximo. Ações educativas, promoção de capacitação, valorização das habilidades individuais e consideração às particularidades de cada trabalhador são ações que mesmo em curto prazo já mostram resultados e se tornam um diferencial no mercado. Além de fornecer meios para o desenvolvimento pessoal, a propriedade rural tem a oportunidade de incentivar cada colaborador a se aperfeiçoar e se especializar, o que gera benefícios tanto para o trabalhador, quanto para o próprio negócio.


Mesmo em períodos de pandemia, a tecnologia disponível nas propriedades rurais permite que ações educativas sejam promovidas. Ela se torna um facilitador, oferecendo ferramentas para que sejam realizados cursos, seminários e outras atividades que geram melhorias ao processo produtivo.


A tecnologia favorece ações voltadas a pessoas e, também, facilita o dia a dia dos trabalhadores do campo, por meio de inovações que buscam o aumento da produtividade e o aumento da geração de renda. Foi com esse objetivo que a Agroflux desenvolveu o New Fluxin, um equipamento indispensável para o perfeito funcionamento dos bicos pulverizadores, que otimiza o processo de aplicação de defensivos na lavoura.
Por meio de sensores, a ferramenta faz um diagnóstico do pleno funcionamento das ponteiras, detectando a necessidade de desentupimento ou de regulagem dos bicos. Ele aponta problemas de vazão em mais de 90% das todos os tipos ponteiras, em análise realizada em questão de minutos. Fácil de transportar e manusear, ele pode ser usado mesmo por trabalhadores sem amplo conhecimento tecnológico.


Além disso, o New Fluxin promove melhorias na gestão por meio de planilhas e gráficos que permitem a análise do histórico de funcionamento, cálculo de desperdício e comparação entre bicos. Tudo isso é enviado ao computador, tablet ou celular por meio de bluetooth, mostrando que a tecnologia é uma aliada do gestor e do trabalhador rural em todas as etapas de produção.